The impact of compromised backups on ransomware outcomes
Produtos e serviços PRODUTOS E SERVIÇOS

O impacto dos backups comprometidos nos resultados do ransomware

Insights sobre as implicações financeiras e operacionais de ter backups comprometidos em um ataque de ransomware.

Existem duas maneiras principais de recuperar dados criptografados em um ataque de ransomware: restaurar backups e pagar o resgate. Comprometer os backups de uma organização permite que os adversários restrinjam a capacidade da vítima de recuperar dados criptografados e aumentem a pressão para pagar o resgate.

Esta análise explora o impacto do comprometimento do backup nos resultados comerciais e operacionais de um ataque de ransomware. Ele também esclarece a frequência de comprometimento bem-sucedido de backup em vários setores.

As descobertas são baseadas em uma pesquisa independente de fornecedor encomendada pela Sophos com 2.974 profissionais de TI/segurança cibernética cujas organizações foram atingidas por ransomware no ano passado. Conduzido pela agência de pesquisa independente Vanson Bourne no início de 2024, o estudo reflete as experiências dos entrevistados nos 12 meses anteriores.

Sumário executivo

A análise deixa claro que as implicações financeiras e operacionais de ter backups comprometidos num ataque de ransomware são imensas. Quando os invasores conseguem comprometer os backups, uma organização tem quase duas vezes mais probabilidade de pagar o resgate e incorrer em uma conta de recuperação geral oito vezes maior do que aquelas cujos backups não são afetados.

Detectar e impedir agentes mal-intencionados antes que seus backups sejam comprometidos permite reduzir consideravelmente o impacto de um ataque de ransomware em sua organização. Investir na prevenção do comprometimento do backup aumenta a resiliência do ransomware e, ao mesmo tempo, reduz o custo total de propriedade (TCO) geral da segurança cibernética.

Baixe o relatório em PDF.

Aprendizagem 1: Os agentes de ransomware quase sempre tentam comprometer seus backups

94% das organizações atingidas por ransomware no ano passado afirmaram que os cibercriminosos tentaram comprometer os seus backups durante o ataque. Este número aumentou para 99% tanto no governo estadual como local, e no setor de mídia, lazer e entretenimento. A taxa mais baixa de tentativas de comprometimento foi relatada pela distribuição e transporte, no entanto, mesmo aqui, mais de oito em cada dez (82%) organizações atingidas por ransomware disseram que os invasores tentaram acessar seus backups.

 

Aprendizagem 2: A taxa de sucesso de comprometimento de backup varia muito de acordo com o setor

Em todos os setores, 57% das tentativas de comprometimento de backup foram bem-sucedidas, o que significa que os adversários conseguiram impactar as operações de recuperação de ransomware de mais da metade das suas vítimas. Curiosamente, a análise revelou uma variação considerável na taxa de sucesso do adversário por setor:

Os invasores tinham maior probabilidade de comprometer com sucesso os backups de suas vítimas nos setores de energia, petróleo/gás e serviços públicos (taxa de sucesso de 79%) e educação (taxa de sucesso de 71%).
Por outro lado, TI, tecnologia e telecomunicações (taxa de sucesso de 30%) e varejo (taxa de sucesso de 47%) relataram as taxas mais baixas de comprometimento de backup bem-sucedido.

Existem várias razões possíveis por trás das diferentes taxas de sucesso. Pode ser que a TI, as telecomunicações e a tecnologia tivessem uma proteção de backup mais forte para começar, de modo que pudessem resistir melhor ao ataque. Eles também podem ser mais eficazes na detecção e interrupção de tentativas de comprometimento antes que os invasores tenham sucesso. Por outro lado, o sector da energia, petróleo/gás e serviços públicos pode ter sofrido uma percentagem mais elevada de ataques muito avançados. Qualquer que seja a causa, o impacto pode ser considerável.

Aprendizagem 3: Exigências de resgate e pagamentos duplicam quando os backups são comprometidos

Criptografia de dados

As organizações cujos backups foram comprometidos tinham 63% mais probabilidade de ter dados criptografados do que aquelas que não os tinham: 85% das organizações com backups comprometidos disseram que os invasores conseguiram criptografar seus dados, em comparação com 52% daquelas cujos backups não foram afetados. A taxa de encriptação mais elevada pode ser indicativa de uma resiliência cibernética global mais fraca, o que deixa as organizações menos capazes de se defenderem contra todas as fases do ataque de ransomware.

Processo de resgate

As vítimas cujos backups foram comprometidos receberam pedidos de resgate que foram, em média, mais que o dobro daqueles cujos backups não foram afetados, com a mediana dos pedidos de resgate chegando a US$ 2,3 milhões (backups comprometidos) e US$ 1 milhão (backups não comprometidos), respectivamente. É provável que os adversários sintam que estão numa posição mais forte se comprometerem os backups e puderem exigir um pagamento mais elevado.

Taxa de pagamento de resgate

As organizações cujos backups foram comprometidos tinham quase duas vezes mais probabilidade de pagar o resgate para recuperar dados criptografados do que aquelas cujos backups não foram afetados (67% vs. 36%).

Valor do pagamento do resgate

O pagamento médio de resgate por organizações cujos backups foram comprometidos foi de US$ 2 milhões, quase o dobro daquelas cujos backups permaneceram intactos (US$ 1.062 milhões). Também foram menos capazes de negociar o pagamento do resgate, com aqueles cujos backups foram comprometidos pagando, em média, 98% da quantia exigida. Aqueles cujos backups não foram comprometidos conseguiram reduzir o pagamento para 82% da demanda.

Aprendizagem 4: Os custos de recuperação de ransomware são 8 vezes maiores quando os backups são comprometidos

Nem todos os ataques de ransomware resultam no pagamento de um resgate. Mesmo quando isso acontece, os pagamentos de resgate são apenas parte dos custos gerais de recuperação ao lidar com um ataque de ransomware. As interrupções causadas por ransomware frequentemente têm um impacto considerável nas transações comerciais diárias, enquanto a tarefa de restaurar sistemas de TI é muitas vezes complexa e cara.

O custo médio geral de recuperação de ransomware para organizações cujos backups foram comprometidos (US$ 3 milhões) foi oito vezes maior do que o de organizações cujos backups não foram afetados (US$ 375 mil). Provavelmente há vários motivos por trás dessa diferença, entre eles o trabalho adicional que normalmente é necessário para restaurar dados descriptografados, em vez de backups bem preparados. Também pode ser que uma proteção de backup mais fraca seja indicativa de defesas menos robustas e de maior necessidade de trabalho de reconstrução resultante.

Aqueles cujos backups foram comprometidos também tiveram um tempo de recuperação consideravelmente mais longo, com apenas 26% totalmente recuperados em uma semana, em comparação com 46% daqueles cujos backups não foram afetados.

Recomendações

Os backups são uma parte fundamental de uma estratégia holística de redução de riscos cibernéticos. Se seus backups estiverem acessíveis on-line, você deverá presumir que os adversários os encontrarão. As organizações seriam sábias se:

  • Faça backups regulares e armazene em vários locais. Certifique-se de adicionar MFA (autenticação multifator) às suas contas de backup na nuvem para ajudar a impedir que invasores obtenham acesso.
  • Pratique a recuperação de backups. Quanto mais fluente você for no processo de restauração, mais rápido e fácil será a recuperação de um ataque.
  • Proteja seus backups. Monitore e responda a atividades suspeitas em torno de seus backups, pois isso pode ser um indicador de que adversários estão tentando comprometê-los.

Como a Sophos pode ajudar

Sophos MDR: Mais de 500 especialistas monitorando e defendendo sua organização

O Sophos MDR é um serviço gerenciado de detecção e resposta 24 horas por dia, 7 dias por semana, liderado por especialistas, especializado em impedir ataques avançados que a tecnologia por si só não pode evitar. Ele amplia sua equipe de TI/segurança com mais de 500 especialistas que monitoram seu ambiente, detectando, investigando e respondendo a atividades e alertas suspeitos.

Os analistas de MDR da Sophos aproveitam a telemetria das ferramentas de segurança que você já usa – incluindo sua solução de backup e recuperação – para detectar e neutralizar ataques antes que os danos sejam causados. Com um tempo médio de resposta a ameaças de apenas 38 minutos, o Sophos MDR funciona mais rápido que sua próxima ameaça.

Sophos XDR: Permitindo que as equipes de TI detectem e respondam a ataques

As equipes internas podem usar o Sophos XDR para obter a visibilidade, os insights e as ferramentas necessárias para detectar, investigar e responder a ameaças em vários estágios, em todos os principais vetores de ataque, no menor tempo possível. Com o Sophos XDR você pode aproveitar a telemetria da sua solução de backup e recuperação, bem como da sua pilha de segurança mais ampla, para ver e responder rapidamente aos ataques.

Leia artigos similares

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *